18/01/09

um ano depois

Muitas memórias tinham ficado esquecidas, mas não essa. Recordava-se perfeitamente de lhe ter dito que estaria lá. E tentara! Se algum deus existe, ele sabe que tentara.

Aquele deveria ter sido um dia de riso, de copos a brindar, de brincadeira. Se lá tivesse estado sabe que teria sido um falso riso a esconder o temor. Se lá tivesse estado, sabe que haveria no ar o medo, o terror, a desconfiança, o pavor dissimulado e nada teria sido como foi.

Sentiu-lhe a falta. O corpo tremia-lhe mais de receio que de frio. Aconchegou-se no carinho dele, na mão estendida, no afago protector. Salvou-a da lágrima teimosa, da dor sentida, do dia estragado pela ausência. Levantou o copo e brindou a um qualquer dia, a uma qualquer vida.

Sabia que metade dela não estava ali. Sabia que o seu sorriso estava ofuscado pela ausência. Sabia que havia um nó naquela garganta. Com toda a ternura que era capaz, aconchegou-a. Levantou o copo e brindou ao beijo que lhe roubava.

Muitas memórias ficaram lá naquela sala de focos de luz, de vultos atarefados, de máquinas odiadas e de medos. Muitas memórias ficaram esquecidas naquela mesa, mas não essa. Recordava-se perfeitamente de lhe ter dito que estaria lá. E quem sabe, terá sido essa memória não olvidada que a trouxera de volta…

No mesmo local, à mesma hora do mesmo dia… um ano depois, promessa cumprida…







Parabéns!
:)





e obrigada a ambos

32 comentários:

António Sabão disse...

Como sempre um excelente texto! :)
Escreves mesmo bem amiga!
Mil beijos

C Valente disse...

Fico feliz por se encontrar alguem que está contente, ainda bem que nem tudo é mau.
Saudações amigas

Ricardo disse...

Então...Parabéns, para todos os envolvidos!

Porque há momentos, que são uma autentica lufada de ar fresco...

Beijo

osbandalhos disse...

Como é que mesmo sabendo tanto...

mfc disse...

O que nos fica da vida é mesmo o importante.
O resto esquece-se.

impulsos disse...

Fui-me comovendo à medida que ia lendo o texto...
Um texto incrível que no fim me fez sorrir.

Obrigado, adorei.
Parabéns!


Beijo

heretico disse...

"estar ou não estar2, eis questão.
tanta vezes que não se está, estando...

gostei muito

beijo

Gata Verde disse...

Esse gato é meu!!!
Mas como fazes "anos" não me chateio!

Um big kiss pa ti

DANTE disse...

Obrigado prontussss ;P

Jokas :)

Salto-Alto disse...

Lindo lindo lindo! De cada vez que escreves fico eu, pendente em cada frase tua, a adorar cada parágrafo! Parabéns!

Beijocas!

Teté disse...

Parabéns!

Pelo texto e pela data que parece ser importante, além de trazer outras memórias.

Beijocas!

Nanny disse...

Estiveste há um ano, e estiveste de novo hoje (ontem)... de formas diferentes, mas, de qualquer modo, presente.

Brindámos sem ti, por ti e contigo... brindaremos daqui a 1 ano, 2, 3... brindaremos enquanto o copo se sustiver na mão e a amizade no coração...

Não há partida sm regresso, ou sem saudade... sobretudo enquanto houver amizade!

Um beijoooooo enorme dos dois

antónio paiva disse...

...

deixo-te um beijinho pode ser?

pois pode :)

beijinho e até.

francis disse...

parabéns...

bjecas disse...

Afinal nem para tudo foram precisas 'cábulas'...
Bonito pá, muito bonito!

Jinhos miúda

\m/

Miriamdomar disse...

O prometido é devido!
E é bom que assim seja!
Adorei, como sempre!:)
Boa semana!

escarlate.due disse...

às vezes, António, às vezes
outros mil para ti

escarlate.due disse...

achar que tudo é mau seria uma tremenda injustiça, um desperdicio de vida e um pensamento demasiado negativo, não acha CValente?!
saudações

escarlate.due disse...

há sempre momentos assim, Ricardo :)
os parabéns reencaminho para a aniversariante
beijo

escarlate.due disse...

mesmo sabendo tanto,Osbandalhos, nunca é demais, nem sequer suficiente...

escarlate.due disse...

o pior é quando se esquece essa parte, MFC

escarlate.due disse...

o fim também me faz sorrir, Impulsos, muito mais do que possa imaginar
beijo

escarlate.due disse...

tantas vezes que se está, não estando, Heretico...
beijo

escarlate.due disse...

meu é que não é, Gatinha :)
fui roubá-lo ali ao lado, vai lá deixar o beijo e a reclamação :P
kiss

escarlate.due disse...

obrigado eu, Dante :P
jokas

escarlate.due disse...

os parabéns, Saltinho, reencaminho :)
beijocas para ti

escarlate.due disse...

os parabéns reencaminho, Teté
a data... as memórias... que se mantenham
beijocas

escarlate.due disse...

:)
Nanny
:)

escarlate.due disse...

claro que pode, António
beijinho também para ti :)

escarlate.due disse...

vai lá dar-lhe, Francis :P

escarlate.due disse...

pois não, Bjecas, mas as "cábulas" foram de grande utilidade :)
jinhos miúdo

escarlate.due disse...

é o problema das promessas; são sempre para cumprir! é bom que se tenha a certeza de o poder fazer... será possivel ter essa certeza?...
boa semana Miriam :)