24/04/09

o que não esquecerei

"Quanto tempo passou?

Fui olhar-te, recordar-te, agradecer-te, admirar-te; lá, na espuma do mar, nas ondas batidas, na água salgada, onde tu gostavas de viver.

Foi há tanto tempo, não foi?!

Tinhas aquelas ideias malucas que ninguém entendia, aquela forma peculiar de ver o mundo, aquele olhar mais longínquo do que o nosso e um espírito indestrutível.

Teve consequências?

Teve! Foi confuso, foi duro, foi difícil, foi injusto!

Depois?

Depois naquele dia escuro solarengo, veio a esperança, o sonho e a nossa liberdade.

Perdurou?

Não tanto quanto imaginávamos e desejávamos… mas posso, pelo menos, estar aqui a falar contigo… sem medo, sem pensar no que vai acontecer depois, sem recear quem vem invadir a minha casa.

Foi duro?

Foi! Mas não lamento nem um milímetro daquele sofrimento porque ele me recorda o teu corpo machucado, as tuas feridas, as marcas; mas com ele recordo também a tua força, a tua persistência, a tua cabeça erguida, sempre, o teu sorriso, a tua vontade indomável, a tua voz doce e o teu olhar firme.

Sabes?...

A tua história passou de boca em boca aos nossos filhos e eles sabem-na de cor e repetem-na e vivem-na, com a mesma intensidade que nós. Há homens como tu que se transformam em ídolos e nunca morrem e se mantém para orientar a nossa vida.

As marcas que deixaste em mim (em nós) são tantas, mas deviam ser tão fortes, que conseguissem fazer os nossos olhos verem tão além quanto os teus…"

(Abril 2006 ou 1974 ou 2009 e sempre)


As histórias não se repetem, nem se eternizam, recriam-se, não é?!

Sabes... Sabes? Sabes.

É que deste-nos uma coisa nova e ainda não aprendemos a usá-la.


(mas vamos aprender, não vamos?!)



22 comentários:

Maria disse...

Excelente post!
Hoje apetecia-me escrever-te a vermelho. Mas tenho pena do teu fígado...

Aprender, sempre!
Um beijo. e um cravo Vermelho

Olhos Dourados disse...

:)
Bom fim-de-semana!

bjecas disse...

Bem, vou meter a Grândola a tocar e voltar a ler o texto...

Jinhos xuxu

\m/

cassamia disse...

LINDO!!!
soube-me tão bem ler-te :) obrigada.

bom fds!

jardinsdeLaura disse...

Na vida há Pessoas e Acontecimentos que se tornam referências essenciais que marcam de forma definitiva o nosso percurso! O 25 de Abril faz parte dessas lembranças insubstituíveis que eternamente agradeço aqueles que para ELE mais contribuíram! BEM HAJAM!

Cão(somente) disse...

Será que aprendemos mesmo?
Talvez os que viveram as emoções da mudança ainda guardem uma imagem ténue, como uma foto antiga. Quanto aos mais novos, duvido.
Beijinho.

António Sabão disse...

Claro que vamos!

Beijinho Escarlate

impulsos disse...

Se houvesse aqui uma escala para classificar posts, este seria marcado com nota 20!

Muito, muito bom mesmo!!

Obrigado.

Beijo

Å®t Øf £övë disse...

Escarlate,
Realmente mais importante do que repetir a história é saber o que se fazer dela, que acho que é aquilo que a maioria das pessoas não sabe fazer com o que lhes é dado, e lhes acontece de novo nas suas vidas.
Beijinhos.

MorTo Vivo disse...

Lindo!

A revolução somos nós, a nossa essencia, o nosso ser e o nosso estar. Hoje e sempre.

osbandalhos disse...

Herói supremo da batalha?

Paulo disse...

Uma pessoa que marcou a tua vida.
Um dia que alterou a tua vida.

Sei que nunca esquecerás ambos.

Desejo-te um feliz.

Teté disse...

Adorei!

Aliás, embirro um bocado com gente de memória curta. Ou pior, com pessoal a dizer umas larachas, sem conseguir entender a diferença do Antes e Depois! E se falam o que lhes dá na veneta, é porque hoje podem...

Leva tempo, gerações até, a entender o significado de LIBERDADE!

Beijocas! :)*

heretico disse...

Há pessoas assim que "nunca morrem e se mantém para orientar a nossa vida" ...

texto muito belo.

beijos

so lonely disse...

A minha avó pensa, mais ou menos , assim.

francis disse...

keep dreaming.

João disse...

Isso parece o ciclo de vida de um casal de coelhos lolol

Repara: A coisa passa-se no cativeiro. Reunem uma fêmea e um macho. Tiveram filhos (as marcas), a parte de 'invadir a casa' é quando os gajos do cativeiro vao buscar os coelhos para matar. A parte do sorriso, é que um casal de coelhos nunca deixa de ter ninhadas até que os humanos o permitam, e portanto, os sorrisos e a 'vontade indomável' persiste em não desaparecer.

Se isto que escrevi agora é estupido? É para lá disso até! Mas olha, apeteceu-me lol...

Bom post!
(E confesso que percebi o que escreveste)

Pedro Barata disse...

Belo post. Parabéns!
Beijinhos

calamity jane disse...

Arrepiaste-me Escarlate. E hoje tb te escrevia a vermelho sem qualquer contemplação pelo teu fígado. Se não o faço é porque não sei como (mas vou descobrir!)

Nilson Barcelli disse...

Não faço a mínima ideia de tudo o que está nas entrelinhas.
De qualquer modo, gostei do tom intimista e de cumplicidade da carta.
Bom fim de semana cara amiga.
Um beijo.

Salto-Alto disse...

Grande texto, os meus parabéns!!!

陳奕迅Eason disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色