16/12/08

Negras Fases


Pintura de F'Santos

Subiu! Escalou! Trepou! Tão alto, tão acima, até ao cume… demasiado rápido…

Inevitavelmente, a queda foi veloz, dolorosa, sentida. Partiu-se o sonho, esvaiu-se a vontade, quebrou-se o desejo, morreu a volúpia. Afogou a raiva, a fúria, a ira na lágrima insolente, contida, reprimida.

Num laivo de juízo dilacerou o negro, o preto e o escuro, descabelou rosas, azuis e verdes. Pincelou o olhar de branco cristalino, rasgou nos lábios límpido sorriso e sorveu de um só trago o vodka finlandês “que se f… as negras fases!” VOCIFEROU!

9 comentários:

António Sabão disse...

Uma só palavra! EXPECTACULAR! :))))
Beijocas, amiga!

escarlate.due disse...

espectacular uma....

António Sabão disse...

Caramba:(((

francis disse...

é isso.

escarlate.due disse...

Caramba é pouco, António

É mesmo isso Francis

Teté disse...

De vez em quando é bom desanuviar a bílis e... vociferar! :)

Paulo disse...

Saio de fininho que quando viras fera nao tenho pedalada!
beijos

escarlate.due disse...

Pois é Teté :)

beijinhos

escarlate.due disse...

tu nem quando não viro fera :P

beijossssss