14/03/09

o Ministério da Educação apoia a ideia

Numa época em que as crianças já quase só vêem a mãe no momento do nascimento e o pai na hora da concepção, apela a confederação das associações de pais ao horário alargado da escola para as 12 horas.

Discordo plenamente!!! Acho que os miúdos deviam passar lá 24 horas para assim terem a possibilidade de se verem livres do progenitores que têm muito mais o que fazer do que serem pais.

Bravo! Só espero que estejam todos vivos para verem a porcaria de sociedade que estão a formar.


38 comentários:

cassamia disse...

é tão absurdo e triste que nem consigo opinar sem ser mal educada, porque nós na escola, mesmo com este tempo que lá passam, damos o que os pais não imaginam sequer (com excepções, é claro)que os filhos precisam, porque os conhecemos melhor... este país é umavergonha gigante e nós compactuamos e participamos...

escarlate.due disse...

mal educada não Cassamia, senão lá tenho de me passar do carreto! :P
tem lá calma rapariga, não vamos generalizar que há, felizmente, Pais com P maiúsculo e o país também não é assim tão mau e nem todos pactuamos.
:)

Jp disse...

Assim (nao) vale a pena!

Armindo Guimarães disse...

eheheheheh

Prevê-se que depois virão os sábados, domingos e feriados.

Contudo, nem tudo será assim tão mau pois as crianças terão direito a uma semana de férias na casa dos pais, digo, de quem as fez.

Ai meu Deus do céu! Só queria falecer!!!

Abraços

Sofá Amarelo disse...

Os erros na educação pagam-se caros, e é por isso que temos a sociedade inadaptada e desorganizada que temos - as crianças no 7.º ano, por exemplo, têm um horário de trabalho de 40 horas, mais os TPCs e as actividades em que os pais os metem - e onde cabem as brincadeiras??? Tá tudo errado... quem legisla sobre educação nem sabe o que é uma escola quanto mais uma família...

Å®t Øf £övë disse...

Escarlate,
Está tudo doido é??? Ou é puro egoismo!!!
Eu já sou da opinião que as crianças passam horas de mais na escola... que já é uma verdadeira violência para elas... e ainda há quem queira mais!!! Mas afinal para que é que têm filhos???
Beijinhos.

escarlate.due disse...

acha, Jp?

escarlate.due disse...

calma Armindo, calma, que vem já a seguir e a semaninha também deve estar a terminar
abraço e bom fds

escarlate.due disse...

não cabem!!!! mas quem lhe disse a si que criança precisa brincar, ter tempo com pai e mãe, uma casa e essas tolices todas?!
não sei se ria se chore...
beijo Sofá

escarlate.due disse...

para poderem dizer que sabem procriar (se bem que qualquer animal saiba e ainda cuidam deles, extraordinário, não?!) aaahh e para receberem os subsidios, sei lá
beijinhos Ůt

Teté disse...

Tens razão! 24 horas por dia é que era, pelo menos os putos sempre se livravam desses pais que só o são na certidão de nascimento!

Não percebo: ninguém os obrigou a ter filhos, pois não?! Raça de gente mal-formada!

Beijoca!

escarlate.due disse...

com jeitinho ainda passa a 25 horas, vais ver, Teté! :P

lélé disse...

Também acho que a Educação está a ser pessimamente tratada e a consequência é tenebrosa.
Acho muita graça, porém, quando os "iluminados" reflectem sobre o aumento da violência, como se não fosse de esperar!...

Cati disse...

Não podia estar mais de acordo contigo. Por acaso até vou escrever um post sobre este assunto, mas o mesmo causou-me azia de tal maneira que ainda nem tive coragem de fazê-lo.

Vou ser mãe pela primeira vez daqui a escassas semanas... mas já sou mãe dos filhos dos outros há pelo menos 5 anos!

escarlate.due disse...

pessimamente? optimismo teu, Lelé! :P

escarlate.due disse...

calma Cati, a pequenina que aí está dá-se mal com azias!
:)

Skywalker disse...

Vergonhoso e triste... Olha, fico sem palavras. A minha filha já não está nessa faixa, mas quando estava não passava mais de 5 ou 6 horas na escola, depois tinha os avós , a mãe e as actividades extra, e o pai claro, mais os cães e o gato.Ahhhh ..e muitas vezes ligava-me a perguntar se eu não me importava de fazer jantar para mais dois ou três amigos que lá apareciam por casa.

Beijokas

Inês Brito disse...

Chega a haver pais que mal conhecem os próprios filhos. Isto é ridiculo, não educativo. Irrita-me profundamente que o sistema educativo nacional contribua para a desagregação do grupo de pretença e incentive o não contacto com a família, que nos dias de hoje é muito pouco.

Bj,
(i)

Alien David Sousa disse...

Realmente isto só mesmo para rir. Será que existem membros do governo que querem mesmo ver-se livros dos putos que têm lá por casa? É só um pensamento.
Beijinhos E.

Salto-Alto disse...

:O Isto podia ser uma piada de mau gosto! É que se as crianças passarem ainda menos tempo com os pais, quem vão ser os modelos deles? Os rufias da escola? E quem os apoia, quem lhes dá amor e carinho? Os professores? Sinceramente, isto assusta-me e preocupa-me muito!

heretico disse...

APOIADO!

vivemos tempos absurdos.
beijos

Francis disse...

Eles ainda não aprenderam que o êxito da Educação não passa pela Quantidade, mas pela Qualidade.

Mas é o país que temos.

Anuncia-se um Computador maravilha, "ferramenta fundamental" na Educação Primária.
Sai-nos na rifa qualquer coisa cheia de erros de português. É vergonhoso.
As únicas desculpas são a ignorância e a incompetência.

eu disse...

Também fiquei chocado com a noticia, e não tenhamos ilusões pois infelizmente existe gente canhestra, que não se importaria, nem um pouco, que os filhos ficassem à guarda de alguém durante essas 12 horas; ver que a Associação que congrega as Associações de Pais, a propor tal medida e o ministério a apoiar.
No entanto ao ler um dos diários, percebi que estava a fazer um juizo errado, sobre o ministério. Pois o que está em cima da mesa, será a possibilidade de as escolas poderem para além dos horários de aulas, estar aberto à comunidade onde está inserida, para que esta possa utilizar, bibliotecas, área informática, e pavilhões desportivos, o que aliás já vem acontecendo noutras escolas.
A propósito em muitas comunidades os pavilhões já trabalham até às 24 horas.
Bom esperemos é que esta informação seja para valer, e não aquela que nem eu nem nenhum pai decente pode defender.

bjecas disse...

Não é assim tão linear pá.
Abençoadas avós, digo eu.

Jocas miúda

\m/

Capitão Merda disse...

Concordo absolutamente!
Até porque sou de uma geração em que a malta tinha tempo para brincar, coisa que para mim é essencial numa criança...

Capitão Merda disse...

Escusado será dizer que, quando digo que concordo, refiro-me à opinião expendida no "post".
Para que não haja equívocos...

;)

escarlate.due disse...

pois, Skywalker, é tudo isso que eles devem ter além da escola
beijokas

escarlate.due disse...

infelizmente há pais assim, é verdade, Inês
bj

escarlate.due disse...

rir, Alien? eu teria mais vontade de chorar...
beijinhos

escarlate.due disse...

os modelos? são os professores e os colegas, Saltinho

escarlate.due disse...

que eperemos mudem, Heretico
beijos

escarlate.due disse...

essa é uma grande verdade, Francis. a qualidade é muito mais importante que a quantidade

escarlate.due disse...

não eu, não estavas a fazer um juizo errado.
efectivamente, não é a 1ª vez que isto é proposto, aliás foi na sequência de propostas destas que foram criadas as actividades extra curriculares do 1º ciclo e afins. e não estou a basear-me em informação de imprensa...

os espaços escolares serem rentabilizados, por ex alugando-se ou disponibilizando-se a associações, clubes, etc, é já uma prática em muitas escolas. estou de pleno acordo.

o que eu não concordo é que se prolongue o tempo de permanencia das crianças e jovens no mesmo espaço e com actividades análogas às que já têm em demasia

escarlate.due disse...

não é assim tão linear mas basicamente é isto que se pretende, Bjecas e sabes bem que não estou a falar de cor
jocas miúdo

escarlate.due disse...

não é só para ti, Capitão

escarlate.due disse...

nem precisavas esclarecer :)

Pedro Barata disse...

Concordo totalmente contigo!

escarlate.due disse...

nem outra coisa esperava Pedro